ATUAÇÃO DA CIRURGIA PEDIÁTRICA

Confira abaixo e saiba mais sobre esta área da medicina.

O Cirurgião Pediátrico é profissional habilitado a lidar com crianças que necessitem diagnóstico e tratamento de doenças potencialmente cirúrgicas acometendo, entre outros, os tratos digestório (gastrocirurgia pediátrica), urinário (urologia pediátrica) e respiratório, sejam de caráter benigno ou maligno.

Para receber o título de especialista em Cirurgia Pediátrica, o médico precisa concluir 2 anos de Residência Médica em Cirurgia Geral e, depois, mais 3 anos específicos em Cirurgia Pediátrica, totalizando 5 anos de treinamento, além dos 6 anos de graduação médica.

Declaração da Cirurgia Pediátrica

Kyoto, Japão
World Federation of Associations of Pediatric Surgeons (WOFAPS)

A criança não é apenas um adulto em miniatura e apresenta problemas e necessidades médicas e cirúrgicas, muitas vezes bastante diversas daquelas encontradas pelo médico de adultos.

Lactentes e crianças merecem o melhor atendimento médico disponível. Todo lactente ou criança que apresenta uma doença tem o direito de ser tratado em um ambiente adequado por um especialista em pediatria ou cirurgia.

O cirurgião pediatra é um profissional especialmente treinado, com ampla experiência e conhecimentos no tratamento do lactente e crianças de todas as idades (do nascimento à adolescência), portadores de afecções cirúrgicas. Em virtude de sua formação específica, os especialistas em cirurgia pediátrica oferecem extensa gama de opções terapêuticas e cuidados do mais alto padrão à criança.

O cirurgião pediatra diagnostica, trata e acompanha as necessidades cirúrgicas da criança, o que inclui o tratamento cirúrgico dos defeitos congênitos, traumatismos graves, tumores sólidos da infância, quadros clínicos que requerem endoscopia e procedimentos minimamente invasivos.

Visando proporcionar o melhor tratamento cirúrgico possível a lactentes e crianças, os procedimentos cirúrgicos pediátricos complexos devem ser realizados em centros especializados, com unidades de terapia intensiva adequadamente equipadas, de plantão 24 horas, nos sete dias da semana. Além dos cirurgiões pediatras, estas unidades devem contar com outros especialistas em pediatria, com radiologistas, anestesiologistas e patologistas.

“Cirurgia não é um lugar ou um evento, ela é fundamentalmente uma disciplina intelectual, frequentemente envolvendo um procedimento cirúrgico; contudo, mais importante ainda, caracterizada por uma atitude de responsabilidade para com o cuidado do doente.”

Mark Ravitch*

* Considerado um dos pais fundadores da Cirurgia Pediátrica como especialidade; 1910-1989