A hérnia umbilical é um dos tipos comuns de hérnias de parede abdominal em crianças. No entanto, usualmente não necessita de cirurgia. Ela fecha espontaneamente em 80% dos casos, principalmente nos primeiros 2 anos de vida. Hérnias umbilicais menores ainda podem fechar também em crianças maiores. Raramente, ela se associa a complicações graves.

Não se recomenda utilizar objetos (moedas, botões etc) ou faixas para conter a hérnia umbilical em crianças. O fechamento espontâneo que se observa na maioria das crianças ocorre sem necessidade de tais artefatos. Na realidade, a utilização destes acaba por causar irritação à pele circunjacente e pode mesmo levar a complicações maiores no local.

Em alguns casos, a hérnia umbilical tem indicação de cirurgia, sob anestesia. Usualmente, é procedimento de baixa complexidade, com baixo risco de complicações, quando realizado por equipe de Cirurgia Pediátrica habilitada.